6 dicas na hora de contratar um motorista

contratar motorista

O processo de contratar motorista é um dos mais importantes na hora de gerir uma frota. Afinal, são os motoristas que estão na linha de frente da operação, contribuindo diretamente para o sucesso ou fracasso do processo logístico.

A fim de escolher os melhores profissionais, você precisa seguir alguns passos importantes. Para facilitar esse processo, separamos aqui as melhores dicas sobre o assunto. Fique por dentro de tudo!

1 – Analise o perfil de cada candidato

O primeiro momento é um fator determinante para o processo da contratação. E, essa também é a primeira fase do processo de seleção, e deve sempre haver um, na hora da escolha.

Nesse momento, mais do que se certificar de que o candidato saiba dirigir, você também precisa garantir que o possível motorista tenha um perfil de motorista. Isso compreende qualidades técnicas e pessoais que você considere necessárias para o desempenho do tipo de função demandada.

Esse é o tipo de análise que é possível de ser feita já durante a entrevista. Enquanto o candidato dá informações sobre suas experiências, qualificações, expectativas e relação com o trabalho, você poderá investigar se há uma concordância com os valores e objetivos da frota e da empresa como um todo.

2 – Exija qualificações

Mas, claro, as qualificações técnicas são um quesito imprescindível na hora da contratação. Esse é o momento de conferir questões como habilitação específica, cursos de aperfeiçoamento e conhecimento sobre as questões que envolvem a profissão.

Entre os principais aspectos, espera-se que um bom motorista seja também um bom conhecedor de assuntos como: direção defensiva, legislação do trânsito, primeiros socorros, funcionamento do caminhão e até um pouco de mecânica básica.

A partir dessa garantia, é possível evitar muitos problemas pelo caminho. Sem mencionar os prejuízos que a ausência de técnica pode gerar para a empresa. Além disso, essa é uma boa maneira de melhorar a expectativa da segurança durante o trajeto. Tanto para o veículo e carga, quanto para o próprio motorista.

Contratar motorista

Foto/Reprodução: Canva

3 – Confira o histórico dos candidatos

Todo e qualquer tipo de contratação, em qualquer nicho que seja, exige uma boa pesquisa do histórico dos candidatos. Quando o assunto é condução de veículos, então, essa importância aumenta ainda mais. Pois, cada detalhe da direção pode compactar positivamente ou negativamente todos os participantes do trânsito.

Por isso, além de pedir referências de trabalhos anteriores, você precisa checá-los. Trata-se de uma boa chance de ajuntar informações sobre o comportamento e o comprometimento do motorista, por exemplo. Além disso, é uma boa ideia buscar por registros de trânsito que possam desabonar o candidato de alguma forma.

4 – Conheça os planos de futuro

Um dos grandes medos da gestão de frotas na hora de contratar motorista é quanto a relação futura entre o profissional e a empresa. Isso é, contratações de motoristas demandam investimentos importantes de tempo, energia e esforços. Assim, não é interessante que esses vínculos sejam instáveis ou curtos.

Por essa razão, é importante identificar também quais sejam as expectativas do candidato e quais as suas perspectivas de futuro.

Ajuda muito nesse momento estabelecer uma comunicação clara das condições do trabalho e do que se espera da relação. Ou seja, coloque as cartas na mesa quanto ao tempo que o motorista passará longe de casa, as principais rotas que deverá fazer, tipos de carga que vai transportar, qual será a sua remuneração, que benefícios terá, e tudo o mais em relação à função.

Contratar motorista

Foto/Reprodução: Canva

5 – Confira as habilidades tecnológicas

Especialmente no nicho logístico, a utilização de tecnologias é crescente e cada vez mais comum. Por isso, na hora de contratar motorista, você precisa analisar como ele lida com essa questão.

Mesmo que não se trate de um expert em TI, o mínimo de habilidade e familiaridade precisa existir no profissional. Isso fará com que a introdução de conhecimentos específicos de sistemas da frota seja muito mais natural e fácil.

6 – Cheque a saúde emocional

Na hora de contratar motorista, também é interessante que se saiba quais são as condições de sua saúde emocional. Afinal, ela é uma vertente da saúde do corpo e precisa ser cuidada como qualquer outra área da vida. Então, ter equilíbrio emocional é crucial para o enfrentamento das estradas. De maneira geral, os motoristas mais experientes também são os que lidam melhor com essa questão.

Ao se certificar de que o motorista esteja equilibrado emocionalmente, você evita ocorrências desagradáveis e perigosas durante a relação. Afinal, um motorista passa muito tempo sozinho e longe de casa. Então, é preciso que o profissional lide bem com aspectos como solidão e saudade.

Agora, sim, seguindo essas dicas básicas e práticas, você está muito mais perto de fazer a escolha certa para a composição da equipe de direção da frota.

Leia também: Depreciação de frota: saiba tudo sobre e como calcular

Descubra também tudo o que você precisa saber sobre telemetria no site da Econômica!

Gostou? Então compartilhe!

Comments are closed.