Conheça os principais indicadores de uma gestão de frotas bem feita

indicadores gestão de frotas

Uma boa atividade de gerenciamento é aquela que dá resultados. Após reunir as informações sobre a melhor maneira de otimizar produção e custo, um bom gestor precisa monitorar a eficiência das medidas adotadas. E, exatamente para isso é que existem indicadores gestão de frotas. Eles são os medidores dos frutos que apontam novos caminhos ou reafirmam a efetividade daquilo que está sendo feito.

Monitorar os resultados alcançados requer análise de itens que são participantes importantes no processo de logística. Por isso, é questão de sobrevivência estar de olho nos resultados que estão sendo produzidos?

Mas, você sabe como fazer isso na prática? Para otimizar o processo, selecionamos os principais indicadores de uma boa gestão de frotas.

Contabilização da Média de Quilometragem Percorrida nas Entregas

Conhecer os índices relacionados a quilometragem percorrida nas entregas é um indicador bastante confiável. A partir dessa média, dá para planejar questões como manutenções preventivas em tempo hábil. A partir desse mesmo controle, é possível descobrir qual é o tempo certo de aumentar a frota, por causa de aumentos de demandas.

Para controlar essa informação, o controle pode ser feito de duas formas. A primeira delas considera o desempenho da frota como um todo. Parra isso basta somar a quilometragem total percorrida por todos os veículos da frota e, em seguida, dividir pela quantidade de viagens realizadas.

Mas, para um controle mais específico uma dos indicadores gestão de frotas mais eficientes é fazer a conta considerando cada veículo. Nessa linha de pensamento, soma-se a quilometragem mensal, por exemplo, percorrida por um caminhão específico. Em seguida, basta dividir pela quantidade de viagens realizadas por ele mesmo durante aquele período.

Contabilização da Média de Capacidade Utilizada na Frota

Uma outra atitude importe entre os indicadores gestão de frotas, é o cálculo da utilização da capacidade de cada veículo. Nesse sentido, a observação do desempenho de cada um faz com que se descubra se toda a capacidade do veículo está sendo explorada. Quando não é o caso, a resposta ajuda o sistema gerenciador a pensar em soluções de otimização de espaço, de rota e, consequentemente, de lucratividade.

Para obter essa informação, o indicador considera informações como o peso limite do caminhão em questão, e quanto peso ele está carregando, efetivamente. Assim, a conta consiste em dividir o peso real de determinada carga, pelo peso que o caminhão tem condições de carregar como limite de carga.

Se um caminhão possui, por exemplo, capacidade para 10t, mas está viajando apenas com 8t de mercadoria, há uma sobra de capacidade de 20% de capacidade que deveria estar sendo melhor aproveitada.

Contabilização da Média de Custo de Manutenção

Além de planejar melhor os espaços e momentos de realizar manutenções, um bom sistema de gestão de frotas deve conhecer seus custos e impacto na produção total. Esse conhecimento então, está entre os indicadores gestão de frotas.

Apenas definir quais sejam os espaços entre as manutenções não é suficiente para o controle. Você também deve saber quais são os custos de cada manutenção e, por fim, o impacto total para a frota. O conhecimento dessas informações permite a adoção de novas medidas em relação aos veículos e aos próprios motoristas.

Contabilização da Média de Custo de Abastecimento

A contabilização da média de custos do abastecimento também evidencia a prática de indicadores gestão de frotas que fazem toda a diferença. A propósito, o gasto com combustíveis para abastecimento da frota é um dos maiores gargalos financeiros da gestão. Então, faz toda a diferença pensar em aspectos como preço, localização e procedência do combustível utilizado. Mas, é importante também conhecer qual é o impacto financeiro do abastecimento total da frota no orçamento.

Nesse caso, o ideal é medir o custo médio por veículo e por motorista. Assim, é possível identificar se o caso é de investir na manutenção do veículo em questão, ou no treinamento do seu motorista.

Contabilização da Média de Taxa de Multas Registradas

Um dos riscos de quem está na estrada é o cometimento de infrações que possam gerar multas. Entre os indicadores gestão de frotas, esse é um daqueles que aponta para um padrão do comportamento de cada motorista. De maneira geral, a ocorrência de multas está ligado a comportamentos inadequados. Por essa razão, essa uma questão que deve ser tratada cuidadosamente. Ao fazer o cálculo das multas recebidas e distribuí-las entre o número de motorista, tem-se uma média que pode ser utilizada para identificar quais são os mais faltosos. Para esses, talvez uma reciclagem ou treinamento específico seja a melhor solução.

Como se pode ver, ter em mãos informações sobre as ocorrências no tráfego é uma excelente ferramenta para o sistema de gestão de frotas. Afinal, são essas mensurações que ditarão os próximos passos para a otimização dos resultados.

Para saber mais sobre isso, clique aqui!

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

Comments are closed.