Etanol, quais as vantagens e desvantagens para outros combustíveis?

etanolHá anos a discussão sobre a utilização do etanol como combustível substituto da gasolina vem figurando o ramo dos combustíveis. Produzido a partir da fermentação de amido e açúcares de algumas plantas como milho, beterraba, mandioca e batata, o novo combustível é inflamável e renovável. Essas características reunidas fazem o álcool ser considerada uma boa alternativa do ponto de vista ambiental. Entretanto, outras questões também devem formar o contexto da análise antes do veredicto.

Para auxiliar o processo de formação de opinião sobre o assunto, reunimos abaixo as principais vantagens e desvantagens da utilização do etanol.

O Que é o Etanol?

Também conhecido simplesmente como álcool, o etanol é um tipo de biocombustível inflamável e renovável. Embora possua outras fontes, no Brasil é muito comum que o combustível seja extraído da cana-de-açúcar. O processo passa por uma fase fermentação alcoólica de sua matéria-prima, transformado o elemento natural em combustível.

Comumente são encontrados no mercado dos combustíveis três tipos de álcool. O mais comum, por óbvio, é o etanol com. Entretanto, também é possível encontrar com o álcool com aditivos ou misturado à gasolina.

Vantagens da Utilização de Etanol

O primeiro benefício depreendido da utilização do álcool como combustível é, claramente, a questão ambiental. Isso se deve ao fato de a poluição do planeta ser assunto em evidência mundial nos últimos anos. Com a utilização do álcool, a estimativa é de que seja emitida uma porcentagem de gases até 25% menor do que os demais combustíveis.

Essa diminuição de poluentes começa desde a produção do combustível. Isso acontece porque a matéria-prima é natural e renovável. Além de todas as questões já própria produção, enquanto está sendo cultivada, a matéria-prima já contribui para a limpeza do ar por meio da fotossíntese.

O segundo benefício elencado também é um grande atrativo para os usuários de veículos, pois, trata-se do fator econômico. No caso da cana-de-açúcar, por exemplo, grande parte da produção é suprida em matéria-prima pela própria produção nacional. Então, o fato de produzir grande parte, livra o Brasil da dependência internacional. Isso faz com que os postos possam praticar um preço menor do que os demais combustíveis, especialmente em tempos de safra. Além disso, a produção do etanol é bem mais simples do que a produção de combustíveis fósseis, o que também contribuir para a manutenção de um preço menor no mercado.

A utilização do etanol como combustível também possui vantagens no quesito segurança. Isso porque o álcool é solúvel em água, ao contrário da gasolina, por exemplo, que causa grandes malefícios fluviais em casos de acidentes. Assim, em casos de acidentes fluviais, o álcool consegue se misturar à água e diminui em muito os riscos de contaminação.

Por fim, embora não esgote o leque de vantagens, as fontes do etanol são renováveis. Enquanto os combustíveis fósseis estão com os dias contados por causa da sua difícil formação que contrasta com o aumento da demanda, o álcool depende apenas da plantação. Assim, o álcool é produzido e renovado com muito mais rapidez.

Desvantagens da Utilização de Etanol

Apesar de ser mais barato do que os demais combustíveis, o etanol também rende menos. Então, antes de se ater apenas ao preço mais baixo é preciso considerar que o desempenho desse tipo de combustível também fica cerca de 30% menor do que com a utilização de outros combustíveis como a gasolina.

Mesmo sendo renovável, o álcool entra dificuldades na produção ilimitada da matéria-prima. Isso porque o cultivo de suas fontes encontra limitações, especialmente ambientais. No Brasil, essa limitação se estabelece por meio da legislação, que embora preveja muitas vantagens também promovem limitações como forma de proteção do meio ambiente. Como as matérias-primas do etanol são também fontes de alimentos, a produção é dividida entre as duas áreas e, por isso, não podem expandir descriteriosamente.

Além das questões já apresentadas, a utilização de etanol como combustível também apresenta dificuldades em épocas de frio. Nesse período pode ser bastante difícil ligar o veículo, por exemplo. A principal razão desse acontecimento é o fato de que o desempenho do álcool é prejudicado pela temperatura. Ou, seja, em baixas temperaturas, especialmente abaixo se 13º C, o combustível perde parte do seu poder de combustão.

Para garantir a eficiência do combustível, ele também não pode ser utilizado em todos os tipos de veículos. Como o motor também é preparado para a recepção do combustível, não é diferente no caso do álcool. Então, não é interessante utilizar etanol em motores que não estejam preparados para isso. Inclusive, o uso indevido do combustível causa grandes desgastes nas peças do veículo. De maneira geral, os veículos mais novos estão prontos com motores, geralmente, flex.

Discorridas as principais vantagens e desvantagens da utilização do álcool, a balança cabe ao consumidor. Ao analisar o desempenho do seu carro e a atuação com cada combustível, é possível fazer a decisão correta.

Descubra mais falando com a gente!

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

Comments are closed.