Gestão de multas: por que fazer

Gestão de multas

Se você lida com o cotidiano da gestão de frotas, sabe o quanto é recorrente a ocorrência de multas e a necessidade de lidar com elas o tempo todo, não é mesmo? Exatamente por essa razão, faz todo o sentido implantar e manter bem estruturada um sistema de gestão de multas.

A fim de fazer cumprir um papel eficiente na otimização de recursos, reunimos aqui as principais informações sobre o assunto. Para ficar por dentro do assunto, acompanhe o post até o fim!

O que é a Gestão de Multas?

A ocorrência de multas impacta negativamente a economia da frota. Por essa razão, encontrar meios de fazer com ela diminua, é uma tarefa bastante importante da gestão de frotas.

Assim, a gestão de multas é uma maneira de promover o controle desse tipo de infração. Isso quer dizer que, além de mapear as ocorrências, o trabalho também consiste em encontrar soluções para elas, além de evitar que não ocorram mais.

Entretanto, quanto maior é a frota, mais ampla se torna a área de controle. Dessa forma, a tarefa se torna mais difícil também. Por isso, o ideal é que a gestão de frotas conte com ferramentas de auxílio que facilitem a tarefa. Para isso, há uma infinidade de softwares possíveis, por exemplo, que fazem todo o trabalho pesado.

Através desse tipo de tarefa, também é possível controlar melhor outras questões, como gastos e orçamentos decorrentes de ocorrências como as multas. A partir desse controle é possível prevenir outros problemas que possam impactar nas operações logísticas.

Gestão de multas - Reprodução Canva

Gestão de multas – Reprodução Canva

Como fazer a Gestão?

Primeiramente, é preciso fazer um levantamento de informações que vão auxiliar o processo de gerir as multas. Para isso, a utilização de bons softwares pode ser muito útil. Afinal, eles são capazes de coletar e armazenar dados preciosos de desempenho dos itens da frota, além de outras questões como comportamentos do motorista. Tudo isso através de detalhes como respeito aos limites de velocidade, tempo de deslocamento e afins.

Além da utilização de softwares, acompanhamento e avaliação dos profissionais envolvidos, é preciso saber o que fazer com isso. Então, é importante aplicar as informações direcionando ações que evitem a ocorrência de multas ou que diminuam os seus impactos.

Por que fazer Gestão de Multas

A maioria dos benefícios da aplicação de uma boa gestão de multas é bastante clara. Entretanto, algumas delas encontram ainda mais destaque, pela importância e impactos que trazem para a frota como um todo.

Economia

A primeira vantagem é a economia de recursos, inclusive através da diminuição dos prejuízos que ocorrências como essas trazem. Além da própria prática de descontos em salários dentro dos limites legais, a utilização de um bom software pode emitir relatórios e firmar embasamentos que podem ser explorados.

Eficiência

As ações exploradas na boa gestão de multas também fazem com que se aumente a eficiência da frota. A propósito, a eficiência promovida se dá em todo o processo, inclusive com o cruzamento de dados, extração de infrações e aplicação de novas ações a partir dessas.

Gestão de multas - Reprodução Canva

Gestão de multas – Reprodução Canva

Perda de licenças para dirigir

Uma boa gestão de multas também evita que os motoristas percam suas licenças para dirigir. Isso pode ser feito, por exemplo, a partir de treinamentos e reciclagens que podem melhorar a atuação dos profissionais no trânsito. A partir de mais consciência e responsabilidade, se evita desrespeitos que gerem multas.

Manutenção da reputação da empresa

Além disso, uma boa política de gestão de multas ajuda a manter em alta a reputação da empresa. Isso porque, um simples ato de deslize da frota pode colocar em risco toda a sua imagem. Uma das táticas utilizadas para que esses deslizes não aconteçam por imprudência, algumas empresas adotam táticas específicas. Entre as mais comuns, por exemplo, está o pedido de feedback do trânsito a partir da utilização de adesivos como “como estou dirigindo?”

Melhoria do trânsito

Por fim, um bom trabalho feito pela gestão de multas também é capaz de melhorar significativamente o trânsito. Pois, a partir dos dados coletados as ações e decisões seguintes devem ser no sentido de controlar as infrações cometidas e, assim, reduzir o índice das ocorrências. O resultado disso é a melhoria do trânsito. Como consequência, tem-se também um ambiente mais seguro para as frotas e demais participantes do tráfego.

Então, é possível perceber quanto benefício se pode ter ao aplicar uma boa gestão de multas em sua frota. Após todas as análises, fica claro que não se trata apenas de dinheiro, mas, de segurança. também. Afinal, essa é uma boa maneira de garantir que todos estejam seguros no trânsito: motoristas, passageiros e pedestres.

Leia também: Como aplicar a sustentabilidade em sua transportadora

Descubra também tudo o que você precisa saber sobre telemetria no site da Econômica!

Gostou? Então compartilhe!

Comments are closed.