Efeito chicote: saiba como ele afeta sua logística

efeito chicoteNo processo de gestão da logística, coisa muito importante é manter alinhadas a demanda e oferta dos produtos. Entretanto, nem sempre é possível prever o comportamento do mercado diante de determinado segmento. Dessa maneira e que surge o efeito chicote logística, uma vez que haja um desequilíbrio em qualquer que seja o estágio da produção pode causar um enorme prejuízo e insuficiência no abastecimento logístico.

O Que é o Efeito Chicote na Logística?

O efeito chicote na logística acontece quando há uma falta de harmonia entre a oferta e a demanda de produtos no mercado. Embora normalmente haja uma transmissão de informações de acordo com o comportamento do consumidor, é possível que, em algum momento, essas informações sejam transmitidas de foma distorcida. Isso causa no mercado uma confusão que pode resultar no excesso ou na falta de determinados produtos nas prateleiras.

Para facilitar o entendimento, segue um exemplo ilustrativo. Imagine que o comum entre os consumidores seja adquirir celulares com um determinado sistema operacional. Entretanto, de maneira inesperada, uma parcela significativa desses consumidores passem a procurar por uma tecnologia diferente. O resultado será um excesso dos processadores queridos nas prateleiras e uma falta dos novos por causa da super procura. Eis aí, o efeito chicote na logística.

Causas do Efeito Chicote

Apesar de o efeito chicote na logística ter também como causa alguns fatores operacionais, pode ser causado também por ações humanas. Entre os principais causadores está, por exemplo, a desorganização. Afinal, a desorganização impede que os processos sejam realizados com perfeição. Além disso, é passível de resultar na mensuração errada das demandas

A falta de comunicação também é um ponto importante de contribuição com o efeito chicote na logística. Isso acontece porque a ligação entre a oferta e a demanda passa por um link que é estabelecido pela comunicação. Essa comunicação pode ser estabelecida através do comportamento do consumidor e análise do mercado. Portanto, a comunicação adequada passa pelo âmbito da percepção por parte dos analisadores.

Também como importante participante na criação do efeito chicote na logística está a variação de preço. Momentos de descontos significativos e ofertas especiais podem levar os consumidores a um comportamento diferente do normal. Com isso, pode haver uma produção irregular e informações sobre a demanda que difere da realidade.

Além disso, as encomendas em lotes também podem contribuir com o efeito chicote. Isso acontece porque as empresas acumulam demandas antes de a repassarem ao fornecedor. Dessa forma há uma frequência de pedidos, o que pode desregular o controle.

Soluções Possíveis

Em contrapartida às causas do efeito chicote na logística, há também ações possíveis para a solução. Entre elas se destacam algumas atitudes importantes para o equilíbrio entre a oferta e a demanda. A primeira delas é o alinhamento das estratégias internas. Desde as ações do marketing até as políticas de vendas têm influências sobre o efeito chicote.  Por isso, o ideal é que os gestores estejam alinhados em suas ações e estratégias. Além de todas as suas tarefas comuns, devem estar atentos a análises periódicas, avaliações de gráficos e constantes melhorias na comunicação.

Estar em sintonia com toda a cadeia de produção também é uma importante ação na solução do efeito chicote. Isso é possível quando há uma troca de informações sérias entre os fornecedores e clientes varejistas. Essa comunicação é crucial na manutenção dos níveis produção adequados às demandas.

Para manter equilibrada a relação entre a oferta e a demanda no mercado logístico também é necessário mapear os processos. A partir de uma análise de todos os processos, é possível saber onde estão os gargalos e maiores áreas de impactos. Com as informações levantadas, a adoção de medidas torna-se mais fácil e certeira. Assim, é possível implementar ações existentes e redirecionar os esforços para novas estratégias, quando for o caso.

Assim, embora o efeito chicote na logística traga impactos para as relações de consumo, com análise, responsabilidade, comunicação e redirecionamento de esforços é possível prever os acontecimentos e se preparar para as alterações.

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

One Response