Paletização: tudo o que você precisa saber sobre

paletização

Uma das grandes vantagens do desenvolvimento em qualquer setor, é a melhoria na execução das tarefas. Com o passar do tempo, estratégias são adotadas de modo a facilitar o trabalho, potencializar a produção e aumentar a segurança de quem está por trás da execução.

No mundo da logística não é diferente. Uma dessas estratégias, por exemplo, é a técnica de paletização, que facilita o processo de carga, armazenamento e descarga de materiais de diferentes tipos. Assim, ao invés de carregar item por item ou volume por volume, o tempo é valorizado com a diminuição do tempo. A partir da utilização do sistema de paletização, é possível carregar e descarregar de maneira segura uma série de volumes ao mesmo tempo.

O Que É

A técnica de paletização é um processo utilizado a partir de materiais muito simples. O palete, por exemplo, é material barato e de fácil manipulação. No Brasil, por exemplo, eles podem ser de madeira, plástico, ou aço.

Os paletes de madeira geralmente são os mais utilizados. Também de maneira mais comum a matéria prima é o pinho, por causa da sua resistência. Já os paletes de plástico são comumente utilizados por empresas manipuladoras de produtos químicos, assim retarda-se a corrosão do material. Já a paletização de aço funciona bem para a carga e descarga de produtos de câmara fria. Isso porque, esse tipo de material resiste melhor às baixas temperaturas, além de facilitar bastante o processo de limpeza.

Assim, o sistema de paletização permite que os produtos em questão sejam armazenados de maneira padronizada e disposta plataformas de palete. Para o acréscimo ou retirada de um lote, é utilizada uma empilhadeira que remove todo o aglomerado de uma vez, ao levantar por baixo a plataforma de palete.

Etapas do Processo

Embora seja realmente um processo simples, a paletização é também um processo que exige atenção. Afinal, não se trata apenas de colocar e retirar lotes, mas de fazê-lo a partir da facilidade de identificação produzida pelo processo de padronização da armazenagem.

Uma das funções da utilização da paletização é padronizar a disposição dos lotes. De maneira geral, o agrupamento do produto pode ser feito considerando a sua utilização, por meio de um layout funcional. Assim, os produtos são separados em grupos que consideram suas funções de forma que possam ser facilmente localizados, utilizados e devolvidos ao armazenamento.

A alocação dos produtos também pode ser feita por meio da organização em células. Nesse caso, ao invés de separar os lotes pelo tipo de produto, a ideia pode ser colocá-los em lotes que dizem respeito a uma função no processo. Por exemplo, em um determinado lote estão todos os produtos referentes à primeira parte da produção e em um outro lote, tudo o que diz respeito ao acabamento dessa mesma produção.

Também é possível aproveitar a paletização para uma organização em linha. Nessa etapa, a disposição dos produtos está relacionada com a sua utilização como matéria prima. Assim, é possível estabelecer uma linha de produção onde as matérias primas sejam utilizadas exatamente onde estão.

Vantagens da Utilização da Paletização

Depois de aprender a utilizar o sistema de paletização, é hora de entender suas vantagens, embora elas estejam claras desde a descrição de cada processo.

De maneira mais evidente, a paletização traz a vantagem da flexibilidade e adaptação. Por se tratar de um processo moldável, é fácil de ser aplicado em qualquer tipo ou tamanho de ambientes. Dessa forma, independente do tipo de produto, os estoques podem ser organizados e otimizados não importando qual seja o seu tamanho ou segmento.

Por se tratar de material simples, os paletes são também de fácil manutenção. É, então, uma estratégia de fácil adoção, que pode ser adaptada às necessidades e que não custa muitos recursos ou esforços na manutenção. Por causa da sua função, é um tipo de sistema que funciona perfeitamente se adotado em adegas, armazéns quaisquer outros tipos de estoques.

A paletização também serve para otimizar os espaços. Empilhar as caixas umas sobre as outras ao invés de posicioná-las lado a lado no chão, deixa muito mais espaço para a movimentação e manejo da carga. Além disso, ao adotar um sistema específico de organização dos produtos nos paletes, é possível controlar melhor o estoque.

Por seguir um padrão de construção, inclusive no tamanho, os paletes permitem que quaisquer tipos de cargas sejam armazenadas nesse sistema. Considerando a previsibilidade do espaço dá para planejar melhor o tipo de estoque, de carga, de disposição no ambiente e de manejo. Por fim, esse tipo de organização e estratégia melhora a qualidade do serviço. Afinal, se há algo que deve ser almejado no processo de logística é o aproveitamento do tempo a fim de melhorar a satisfação do cliente final.

Quer saber mais sobre o assunto? Fale com a gente!

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

Comments are closed.