Carros adesivados: saiba tudo sobre

carros adesivados

Carros adesivados são uma boa pedida para estilizar um veículo ou até para utilizá-lo como estratégia de marketing. Com os adesivos certos é possível manter a marca presente no cotidiano do trânsito ou garantir que a passagem não seja desapercebida pelos demais. Considerando que o trânsito atual seja um dos locais onde mais se gasta tempo, parece ser também um excelente local de empreendedorismo.

De maneira geral, a utilização dos adesivos presta a alguns papéis. Entre eles, através do adesivamento, o carro ou o condutor pode passar uma mensagem. Algumas pessoas utilizam a técnica para a expressão de fé, declarações e homenagens, ou para divulgações de negócios, produtos e serviços.

Independentemente das motivações da adoção dos adesivos, algumas questões básicas devem ser observadas. São pontos como legislações, impactos visuais e burocráticos. Apesar de o dono de um carro ter liberdade na sua utilização, na hora de adesivar há pontos de consenso que devem ser observados.

Conheça aqui todas as principais informações e dicas sobre carros adesivados!

O que São Carros Adesivados?

A expressão que se utiliza para a ação é bastante autoexplicativa. Trata-se de adesivos que são aplicados sobre a superfície externa dos carros. Diferente da plotagem, que compreende o envelopamento de toda a parte externa do veículo, o adesivamento pode ser parcial e bastante específico.

No processo de adesivamento, os proprietários de veículos adotam a utilização de adesivos sobre a pintura de seus carros. Seja para manifestar sentimentos ou estimular atitudes, é uma prática comum. O procedimento também é bastante autoexplicativo, uma vez que trata-se da cobertura de parte de um carro através de um adesivo à escolha do seu dono.

O Que a Lei Diz Sobre Carros Adesivados

Assim como todas as demais alterações, a própria Lei estipula limites. Geralmente, essas indicações de limites são para que os carros adesivados não sejam utilizados com propósitos alheios ao desejo legal. Assim, o Conatran estabelece diretrizes a serem seguidas pelos desejosos por adesivar seus carros.

De maneira geral, há a permissão para a utilização do processo de adesivamento sem que isso comprometa as características originais do veículo. Mas, essa permissão vale apenas para os carros adesivados em até 50% da sua estrutura.

Nos casos em que esse limite de cobertura seja ultrapassado, a informação deve ser devidamente registrada no documento veículo. É uma espécie de alteração de cor que deve ser informada ao Detran e implementada no documento do carro sob pena de multa. De maneira óbvia, a permissão de adesivamento não compreende as áreas de vidros, já que, feita nessas regiões pode prejudicar a atenção do motorista.

Vantagens e Desvantagens de Carros Adesivados

O processo de ter carros adesivados coleciona algumas vantagens e desvantagens. Especialmente quando se trata de frotas, algumas vantagens são facilmente identificadas. A primeira dela se firma sobre o fato de essa ser uma excelente estratégia de mídia. Por estarem expostos a diverso lugares e a diferentes tipos de pessoas, a relação entre o custo e o benefício da ação pode compensar muito. Além disso, os carros adesivados são mais facilmente identificados em casos de furtos e roubos. Além disso, os adesivos protegem a área de aplicação. Nesses espaços, o veículo sofre bem menos intervenções do sol, chuva e outras questões naturais.

Mas, nem só de vantagens vivem os carros adesivados. A mais significativa delas é análise das seguradoras. A adesivação não é um fato que passa desapercebido na hora da contratação de um seguro. Pois, conforme as seguradoras, a depender do tipo de personalização, podem ser chamadas atenções contrárias que atraiam algum tipo degradação ou sequestro do veículo.

Como Adesivar o Carro

Como na maioria das demais áreas, carros adesivados requerem uma atenção profissional. Entretanto, não se trata exatamente de um procedimento complicado, a depender da área que irá receber o adesivo. Assim, para os casos de aplicação própria, é importante seguir alguns passos.

O primeiro deles diz respeito à limpeza da área da aplicação. Para que o adesivo seja colocado com sucesso a área deve estar livre de gorduras ou qualquer outro tipo de sujeira. Em seguida, a decisão do local da aplicação do adesivo é muito importante. A fim de garantir que não haja muita desproporção entre a área e a posição do adesivo, o melhor é utilizar fitas adesivas para demarcar o local.  Ao optar por fitas com menor aderência, a retirada sem estragos na lataria é mais garantida.

Para que não se formem bolhas de ar na superfície da aplicação, o aplicador deve ser rápido e colocar o adesivo de uma vez. Ainda durante a aplicação, é importante garantir que os dedos não toquem a parte colante do adesivo. Assim, é possível fazer o procedimento sem transmitir para o adesivo sujeiras de outras superfícies.

Por fim, após aguardar um tempo de fixação, é hora de exibir o feito.

Quer saber mais sobre o assunto! Fale com a gente!

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

Comments are closed.