Como fazer diário de bordo para motoristas

diário de bordo para motoristas

Quando o assunto é gestão de frotas, todas as ferramentas são muito bem vindas para a otimização do gerenciamento. Inclusive, considerando que, a maioria das ações que impactam no resultado logístico são realizadas longe da base de gestão, o diário de bordo para motoristas é uma excelente solução.

Entretanto, a fim de que os resultados sejam potencializados, é importante aplicar corretamente o método. Desde o entendimento de seu funcionamento, até o envolvimento com a função, e responsabilidade na alimentação do diário, cada motorista deve estar atento aos impactos de suas ações e seu compromisso com as informações.

Continue com a gente para saber mais sobre o diário de bordo para motoristas!

O que é o Diário de Bordo para Motoristas?

A exemplo dos antigos diários utilizados para registros de viagens marítimas, o sistema logística tem o seu próprio diário de bordo. Devido os tempos tecnológicos que o mundo vive, geralmente o diário existe em formado digital. Mas, o diário de bordo para motoristas também pode ser realizado utilizando o papel.

A ideia central desse tipo de ferramenta, é que sejam registradas ocorrências contidas na jornada de trabalho do motorista. Como a observação da jornada de trabalho do motorista é uma das constantes observações legais do momento, o mercado está atento ao desenvolvimento de ferramentas que facilitem esse processo. Assim, a criação do Diário de Bordo funciona exatamente como um diário, que reúne as informações necessárias sobre o assunto.

Assim, o Diário é o que o próprio nome já diz; o registro diário e específico de todas as situações vividas pelo motorista. Desde questões como paradas, descansos, abastecimentos, imprevistos, panes, ou quaisquer outros acontecimentos.

Como Fazer Diário de Bordo para Motoristas?

Sendo, então, o documento onde se registra o expediente e a jornada do motorista, há aqui uma função essencial. Dessa forma, o ideal é que essa função seja cumprida integralmente. Entretanto, a forma em si, embora seja importante, não é a principal questão do diário de bordo para motoristas.

Esse tipo de registro pode ser feito de forma manual, por exemplo. Desde que registre informações importantes como tempo de direção, tempo em espera, tempo de descanso e as pausas necessárias, o documento pode ser manual. Assim, o monitoramento pode ser feito através de uma ficha impressa ou de maneira digital.

Ficha Impressa

A forma mais tradicional, e a mais antiga, utilizada para esse tipo de registro é a ficha impressa. A ideia é que ele seja preenchido manualmente pelo próprio motoristas e assinado no fim do dia. Apesar de todas as inovações tecnológicas, essa forma ainda é muito usada, e também é bastante aceita em eventuais processos trabalhistas.

Apesar da utilização clássica, há que se observar que é também um modelo mais frágil. Isso porque, o diário de bordo para motoristas feito manualmente pode ter algumas brechas para falhas. Esse tipo de ferramenta está mais sujeita, por exemplo, a receber informações erradas. Especialmente quando se trata de motoristas que deixam as anotações para o fim do dia, e confiam na memória.

Além disso, o registro da jornada feito em documentos físicos, acaba por possibilitar atrasos nas conferências e acertos de horas extras, por exemplo. Isso porque, os registros são feitos longe do sistema de gestão, e muitas vezes, só são repassados após o cumprimento de várias jornadas. Assim, o motorista acaba recebendo um feedback com delay que pode prejudicar sua atuação, ou, até mesmo impactar em seus ganhos.

Diário Tecnológico

Como todos os demais ramos e setores, as respostas tecnológicas também estão presentes no meio logístico. Inclusive, para o registro de diário de bordo para motoristas, costuma ser ainda mais eficiente. Isso por causa da instantaneidade do serviço, bem como a diminuição das possibilidades de erros.

Com a utilização de dispositivos tecnológicos e ferramentas desenvolvidas especificamente para isso, todas as informações ficam disponíveis ao gestor à distância de um clique. Além disso, muitas das informações necessárias nem precisam ter o registro voluntário, já que o próprio equipamento o identifica de acordo com o comportamento do caminhão. Assim, é possível saber de maneira exata sobre as paradas, movimentações, excessos, partida e abastecimentos ocorridos na estrada. Tudo isso sem ser necessário que se aguarda o retorno do motorista da empreitada.

Esse tipo de ferramenta também permite que o gestor controle melhor a jornada do motorista. Além de imprimir segurança às tomadas de decisões e segurança à frota e seus ocupantes. Pois, o diário é também uma forma manter o mapa de rota disponível para o gestor, assim como tudo o mais que acontece no trajeto.

Mesmo com as vantagens do mundo tecnológico, o gestor ou o motorista não precisam abandonar o sistema a que se adaptam melhor. Mesmo com todo o aparato tecnológico disponível, o motorista pode continuar a fazer os seus registros manuais como auxílio e percepção pessoal. Ao final de tudo, quanto mais informação, mais sucesso.

Para saber mais sobre isso, entre em contato com a gente!

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

One Response