Revisão de frotas: o que é e como fazer

revisão de frotas

No sistema logístico, gerir também implica no cuidado com a revisão de frotas. Pois, com esse hábito é possível identificar problemas em potencial e adiantar soluções. Tudo isso contribui para a economia de recursos e otimização dos serviços a serem executados por cada veículo. Além disso, o cuidado com a revisão de frotas também pretende alongar a vida útil de cada veículo.

Assim, o ideal é que o sistema de gestão adote processos que permitam a maximização de cuidados com a frota e o estabelecimento de parâmetros .

O Que é a Revisão de Frotas

De maneira geral, a revisão de frotas considera o hábito de manter em dia a manutenção de cada veículo de forma que ele esteja sempre ativo e produtivo. Isso consiste em manter dados atualizados das condições de cada um deles e o tempo ideal para novas conferências.

A revisão é a forma mais vantajosa de controlar as condições da frota. Pois, ela considera as informações de cada veículo, as atividades e os riscos a que cada um deles está submetido. Além disso, conferir regularmente o funcionamento de cada item do veículo é o que impede que os problemas se agravem. Pois, ao cuidar de uma peça que está para se deteriorar, o gestor evite que outras se desgastem pela ineficiência da primeira.

Tipos de Revisão de Frotas

Há três forma de fazer o processo de revisão de frotas. A primeira delas, e a mais antecipada de todas, é a programada. Nesse tipo de cuidado, o gestor está sempre à frente do problema. Pois, estabelece para cada veículo um intervalo entre uma revisão e outra e, mesmo que não haja aparentes problemas, essa revisão é feita. Dessa forma, é possível estar sempre seguro do pleno funcionamento de cada veículo da frota.

Já na manutenção preventiva, são considerados gatilhos de problemas. Essa também é uma parte da revisão de frotas que antecipa a resolução de problemas em potencial. Nesse caso, o gestor pode trabalhar, por exemplo, com informações personalizadas. Assim, ele agenda manutenções periódicas para assuntos que já seja um prenúncio de problema, por exemplo.

Por fim, a manutenção corretiva é a menos indicada no sistema de gestão de frotas. Isso porque, ela só aparece após o surgimento do problema. Nesse caso, os reparos são feitos sempre após acontecimentos de falhas nos componentes da frota. Nesse tipo de manutenção, há uma grande perda financeira. Primeiro, porque peças que poderiam ter sido consertadas na prevenção, geralmente têm de ser substituídas quando a manutenção é corretiva. Segundo, porque a ineficiência de uma peça ou conjunto mecânico acaba estimulando o desgaste de outras. E por fim, ao parar inesperadamente um veículo, há perdas na produtividade, já que isso geralmente ocorre em meio a uma execução de serviço.

Como Fazer a Revisão de Frotas

Por isso, manter em dia a revisão de frotas requer ações importantes no cotidiano das atividades. Entre elas, abaixo estão reunidas as principais dicas.

Manter o Histórico Atualizado

Antes de estipular um tipo e um momento para a revisão de frotas, é preciso conhecer as particularidades de cada veículo. Isso é possível a partir de uma reunião de dados das condições de cada item da frota. São questões sobre a conservação e produtividade que vão definir o momento correto e o melhor tipo de revisão. Para isso, a melhor forma é manter uma planilha com dados reais e recentes.

Programar as Manutenções

Com os dados de cada veículo em mãos, é possível programar o tempo da manutenção. Afinal, conhecendo a máquina e seu desempenho, dá para preparar um intervalo de tempo considerado seguro entre a última e próxima manutenção. Além de garantir a otimização do desempenho, a gestão de frotas consegue antecipar os dados de demandas financeiras. Da mesma forma, com conhecimento prévio sobre a retirada de determinado veículo da produção, outra solução pode ser disponibilizada para que não haja perdas.

Treinar os Colaboradores

Entre as atitudes cruciais para uma boa revisão de frotas é o treinamento de colaboradores. Ao estarem inteirados sobre o assunto de que tratam, eles certamente identificarão situações que demandem atenção. Além disso, bem treinados, esses colaboradores serão cada vez mais fiéis às informações levantadas e catalogadas. Logo, serão aliados na promoção de economia e produtividade do sistema como um todo.

Adotar tecnologias

Manter em dia a revisão de frotas é muito mais fácil e confiável quando a gestão se apossa da tecnologia disponível. No meio logístico, por exemplo, há diversas ferramentas de auxílio para manutenção que fazem boa parte do trabalho necessário. Através de sistemas automatizados é possível reunir informações com mais rapidez. Logo, as decisões são mais rápidas e mais seguras. Com a utilização de softwares, por exemplo, as revisões correm menores riscos de serem esquecidas. Da mesma forma, com a tecnologia, provavelmente possíveis erros ou ignorâncias serão mais coibidos.

Para saber mais sobre isso, entre em contato com a gente!

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

Comments are closed.