Tipos de caminhão

tipos de caminhão

Quando o assunto é logística, o caminhão é um dos principais meios de trabalho. Entretanto, antes de se aventurar a comprar um veículo desse tamanho, é preciso identificar quais são as suas necessidades e intenções de trabalho e os tipos de caminhão disponíveis para isso.

O mercado está lotado de opções e modelos para todos os tipos de necessidades. Mas, há aqueles que são indicados para trajetos longos ou curtos, para o traslado de materiais específicos, leves, pesados, grandes e pequenos.

Então, para garantir que a aquisição realmente atenda às necessidades, abaixo estão elencados os principais tipos de caminhão e em que situações serão melhor utilizados.

Caminhão 3/4 ou VUC

O Veículo urbano de cargas, ou 3/4 é o de menor porte entre as categorias de caminhões. De maneira geral, ele é utilizado para o transporte urbano de cargas. Além de se movimentar de maneira mais ágil ele conta com um limitador de poluentes, que contribui para a preservação do meio ambiente.

Seu tamanho varia entre medidas que podem ir até 2,2m de largura por 7,2 de comprimento. Com dois eixos, o peso máximo que carrega é de 4 toneladas;

Toco

Entre os tipos de caminhão o toco está na categoria dos semipesados. Sua estrutura possui dois eixos; um frontal e um traseiro. Nesse tipo de tamanho, o sistema logístico costuma utilizar carrocerias como o baú ou caçamba. A partir dessas duas carrocerias podem ser transportadas cargas secas como mudanças ou outras mercadorias, já na caçamba comumente se vê o transporte de areia, pedras e outros materiais. Com tamanho máximo de 14 metros de comprimento pode carregar até 6 toneladas.

Truck

Esse também é conhecido como 6×2. Embora seu tamanho seja o mesmo do toco, seu diferencial está na estrutura. Por possuir eixo duplo na carroceria, entre os tipos de caminhão, esse pode carregar até 14 toneladas. Apesar de ser um peso expressivo, vale lembrar que o próprio caminhão vazio pesa algo em torno de 23 toneladas.

Bitruck

Aqui temos um tipo de caminhão relativamente novo. Apesar disso já atrai bastante atenção do mundo da logística. Mais potente do que o Truck, o Bitruck apresenta 4 eixos, estando dois localizados na parte dianteira e 2 na parte traseira do caminhão. Além desses eixos, o Bitruck apresenta possibilidade de tração 8×2 ou 8×4. A melhor parte desse tipo de tração é que ela pode ser direcionada a partir do próprio volante. Isso faz com que o peso seja melhor distribuído a capacidade de carga aumente.

Cavalo Mecânico

O cavalo mecânico é o famoso caminhão-trator. Sua principal função é carregar outras estruturas de carga através de um engate. Com a possibilidade de diferentes trações, o cavalo mecânico é um tipo de caminhão que pode se tornar multifunção. A depender da sua capacidade de tração pode arrastar reboques e semirreboques variados. Apesar de exigir um pouco mais de especialização, esse tipo de caminhão abre possibilidades maiores de transportes.

Esse tipo de estrutura pode ser denominada como cavalo mecânico simples ou cavalo mecânico trucado. No caso do primeiro modelo trata-se de um caminhão extra-pesado. Todo o funcionamento se dá a partir de de duas rodas ligadas por um eixo simples.

Quando se trata do cavalo mecânico trucado, porém, a estrutura muda um pouco. Agora, toda a estrutura funciona a partir de um eixo duplo que dá a capacidade de carregar mais peso. Em ambas as opções o peso máximo varia de acordo com o tipo de semirreboque a ser acoplado.

Bitrem ou Treminhão

De maneira mais tradicional, o bitrem ou treminhão possui sete eixos e pode transportar até 57 toneladas. Mas, ao que parece, um novo modelo de bitrem vem ganhando espaço no mercado logístico. Trata-se de um tipo de caminhão com nove eixos, o que permite que muito mais peso seja carregado de uma vez. Com essa nova possibilidade, ao invés de 57 toneladas, podem ser carregadas 74.

Além do peso maior, esse tipo de caminhão também costuma ser muito maior, atingindo até 30 metros de comprimento.

Rodotrem

O maior dos caminhões possui nove eixos e pode transportar até 74 toneladas. Por causa de sua dimensão excepcional, o rodotrem só pode rodar com o trajeto previamente especificado e Autorização Especial de Trânsito. Além disso, os dois semirreboques utilizado para esse tipo de logística devem ser interligados por um veículo intermediário chamado Doly.

Cada tipo de caminhão oferece possibilidades diferenciadas. De maneira óbvia, o recursos utilizados para a aquisição e manutenção de cada um tendem a acompanhar a evolução do modelo. Por isso, a melhor forma de garantir a aquisição ideal é partindo da identificação da demanda. Em seguida, a escolha se torna um passo mais fácil e certeira. Analisar a flexibilidade também é uma boa ideia. Entretanto, não fugir da ideia central do transporte pode garantir economia na compra e na manutenção do veículo. Mais do que isso, considerar a ideia central do tipo de transporte abre caminhos mais firmes para a procura de emprego ou desenvolvimento da frota.

 

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

Comments are closed.