Fumaça preta: o que é e como evitar

fumaça preta

Assim como o corpo humano, as máquinas também dão sinais sobre as condições de seu funcionamento. Embora o corpo humano não emita fumaça preta, os problemas são traduzidos em dores, manchas e outros sintomas.Ao menor sinal de irregularidade, a primeira atitude é a busca da origem do mal e do tratamento efetivo.

Os veículos também dão sinais de seus problemas. Entretanto, nos veículos, especialmente os movidos a diesel, uma das manifestações se dá por meio da emissão de uma fumaça preta. Mais especificamente, a cor da fumaça emitida pode dizer muito sobre o estado do veículo.  A propósito, um dos sinais mais claros de que algo não vai bem, é a fumaça negra que sai do carburador.

Embora as possibilidades não tenham sido esgotadas, elencamos aqui as principais causas da emissão e as melhores maneiras de evitá-a. Acompanhe o post até o final e saiba tudo sobre a fumaça negra, o que é e como evitar.

Fumaça Preta, O que é?

A emissão de fumaça preta é a indicação de que o combustível não está tendo uma queima eficiente. Afinal, um processo satisfatório de queima de combustível contempla uma reação química que acontece entre o combustível e o gás oxigênio. Nas situações em que falta a quantidade necessária de oxigênio, o combustível (neste caso, óleo diesel) acaba sendo acumulado na cabeça do pistão do motor. Isso faz com que haja um significativo aumento na câmara de combustão. Assim, o diesel acaba sendo pulverizado por falta de oxigênio. Depois de pulverizado, o diesel é expelido pelo carburador em forma de fumaça preta.

Riscos da Fumaça Preta

Ao ser acumulado no pistão do motor, o calor excessivo do diesel se espalha para além do compartimento. Isso pode causar danos mecânicos em outras partes do caminhão, como o bico e a turbina. Além do prejuízo financeiro causado pela fumaça preta, um dos principais impactos da fumaça preta atinge diretamente o meio ambiente. Pois, trata-se de um elemento altamente poluente, ao ponto de corroer materiais e afetar elementos vegetais.

Além do impacto na natureza, a fumaça preta também agride significativamente a saúde. A composição de carbono causa reações aos olhos e gargantas e estimula a resistência às infecções. Pior que isso, a ingestão da fumaça também pode fazer desenvolver doenças crônicas.

Como Evitar?

Geralmente, essa emissão de fumaça preta está ligada ao mal ajuste do carburador, ou bloqueio do filtro de ar. Entretanto, algumas outras possibilidades devem ser consideradas. Como, por exemplo, o horário em que ela é mais comum. Se o acontecimento se dá nas partidas pela manhã, é provável que o problema esteja no afogador ou no sistema de injeção eletrônica.

Assim sendo, ao menor sinal de emissão de fumaça preta, o condutor deve investigar a origem. Algumas atitudes práticas podem resolver ou ajudar a identificar onde está o problema. São elas:

  • Verificar se há obstrução no filtro de ar;
  • Analisar a eficiência da bomba injetora;
  • Conferir se não há, por exemplo, depósito de resíduos nos bicos ou cilindros;
  • Confirmar a vida útil do filtro de combustível;
  • Se certificar da procedência do combustível utilizado.

Entretanto, mais importante do que solucionar o problema é evitar que ele aconteça. Especialmente quando se trata de frota, é importante manter um cronograma de manutenção preventiva. Isso pode ser acompanhado e controlado por sistemas eletrônicos específicos para gerenciamentos dessa natureza.

Logo, a melhor forma de evitar o tráfego seguido pela fumaça é a prática da manutenção constante. Através dela é possível antecipar os cuidados com os fatores de estímulo à emissão da fumaça. A garantia de um tráfego tranquilo, seguro e econômico vem de um cuidado prévio e de uma gerência comprometida.

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

2 Responses