6 dicas na hora de contratar motoristas para sua frota

contratar motoristas

O processo de gerir frotas requer a adoção de muitas estratégias. Mas, na correria do dia a dia, algumas delas acabam passando desapercebido. Entre elas, o processo de contratar motoristas, por exemplo, acaba sendo atropelado em detrimento de outras tarefas. Entretanto, há dicas práticas que fazem toda a diferença na hora da contratação. Ao observá-las, você garante que a composição do quadro de colaboradores seja tão eficiente quanto você deseja.

Para ajudar nesse processo, selecionamos as principais dicas para selecionar os melhores profissionais para a sua frota.

1 – Exija qualificações

Para ser um bom motorista, dirigir não é a única habilidade que um profissional deve ter. Afinal, cada tipo de veículo exige um tipo de qualificação burocrática que deve ser comprovada. Além disso, alguns outros conhecimentos vão garantir boas vantagens como a integridade do veículo, da carga e dos ocupantes.

Então, na hora de contratar motoristas você precisa garantir de que ele tenha conhecimentos sobre direção defensiva, legislação de trânsito, mecânica básica, funcionamento do caminhão, primeiros socorros, e senso de hábitos saudáveis na condução do veículo. Com isso se evita acidentes e incidentes, além de promover a economia e otimização do serviço.

2 – Exija experiência

É bem verdade que toda experiência começa com uma primeira vez. Mas, quando se trata de condução de caminhões, é essencial que trabalhe com condutores que já possuam experiências nas estradas. Isso garante que os profissionais escolhidos saibam lidar com imprevistos e incidentes nas estradas.

Mesmo que a experiência em questão não seja exatamente com as novidades e inovações no setor, isso pode ser aprendido através de treinamentos. Entretanto, nada substitui o know hall  que se adquire na lida diária do cotidiano no trecho.

contratar motoristas

Reprodução – Unidas

3 – Cheque as referências

O histórico do candidato vai muito além do que ele sabe fazer nas estradas. Pois, eles são o conjunto de atividades já realizadas em outras realizações de tarefa e o resultado de como se saiu. Para ter certeza de que se trata de um bom passado, o ideal é entrar em contato com as instituições anteriores onde o candidato esteve.

Além das próprias referências, outra boa maneira de minimizar os riscos de uma nova contratação é conferindo os seus atestados de antecedentes. Essa é a hora de saber se o candidato já esteve envolvido em acidentes ou outros incidentes nas estradas. Afinal, essa é uma relação que requer confiança e responsabilidade.

4 – Observe o comportamento dos candidatos

Durante a entrevista, está em jogo muito mais do que uma nova admissão. Por essa razão, na hora de contratar motoristas você precisa conhecer melhor os candidatos, além de de observá-los, a fim de identificar características que não estão expressas no currículo.

Entre os pontos a se observar nesse momento, alguns se destacam. São questões como o comportamento do candidato enquanto ele conversa. Além disso, é preciso levar em conta a vivência profissional de cada candidato. Para isso, é importante descobrir a razão da escolha da profissão, os desafios já enfrentados, e como saiu deles.

Também é importante saber quais são as aspirações de cada candidato. Afinal, a gestão sabe bem o quanto custa processos de admissões e demissões. Por isso, é importante saber se os candidatos estão procurando por carreiras mais longas e estáveis ou se trata-se apenas de um quebra galho passageiro.

contratar motoristas

Reprodução – Serco

5 – Faça testes

Depois de identificar candidatos em potencial para a sua frota, o próximo passo na hora de contratar motoristas é fazendo testes com eles. Há testes específicos que podem dar dicas sobre o potencial de cada um.

A partir da aplicação de testes é possível adiantar respostas sobre as habilidades dos interessados, a maneira como reagem aos incidentes nas estradas, a forma com lidam com novas tecnologias, como lidam com problemas mecânicos, e outras variáveis.

6 – Considere as emoções dos candidatos

Não é segredo o quanto a vida nas estradas é estressante e cansativa. E, embora seja a paixão da maioria dos motoristas, a pressão no trecho pode ser um peso emocional para muitos motoristas. Afinal, trata-se de uma rotina de trabalho extensa e solitária. Por isso, na hora de contratar motoristas você também precisa conferir como anda a vida emocional dos candidatos.

A fim de que isso não seja um problema, procure saber como cada candidato lida com o controle das emoções, a saudade e sentimentos de solidão. Assim, você evita que a produtividade seja comprometida, e que o candidato se meta em uma encrenca emocional. Para identificar quais sejam esses motoristas em potencial, talvez seja uma boa ideia contar com a ajuda de um profissional na hora da análise.

Ao seguir essas dicas, as chances de erro são muito menores. Então, vale a pena dedicar atenção no processo da escolha.

Leia também: Lei da balança: Dicas para não ser multado

Descubra também tudo o que você precisa saber sobre telemetria no site da Econômica!

Gostou? Então compartilhe!

One Response