Como fazer um inventário de estoque?

Para melhorar o fluxo de trabalho do setor logístico da organização, fazer um bom inventário de estoque é a melhor saída. Além de ser uma ação bastante efetiva, também é autoexplicativa e fácil de ser aplicada. Afinal, nada mais é do que a lista exata de todos os produtos que estão armazenado no estoque da empresa em questão.

Esse controle é uma ferramenta poderosa para a Gestão de Frotas. E, é exatamente por isso que deve ser gerido com muita eficiência e responsabilidade.

Conheça aqui as melhores dicas sobre como fazer o inventário de estoque.

O que é inventário de estoque?

O inventário de estoque é a maneira mais simples de manter o controle sobre os produtos de sua empresa. Quando se trata de logística, por exemplo, essa é a melhor forma de manter em dia as informações de disponibilidade de produtos para entrega.

A melhor forma de manter um armazenamento eficiente é considerar sempre um inventário de estoque real. Ao evitar excessos de produtos, por exemplo, você evita perdas por causa de vencimento ou outros impactos do tempo.

Assim, o mais vantajoso é manter um armazenamento conforme a sua demanda. E, claro, como medida de segurança, é sempre bom manter uma uma margem extra de produtos para eventuais aumentos inesperados de demandas.

Então, tem-se que o inventário de estoque é a disponibilidade de produtos que determinada organização tem para a venda. Ele se faz conforme a descrição exata dos produtos e da quantidade disponível em estoque. Para que ele cumpra o seu papel, entretanto, o estoque precisa estar sempre bem controlado e organizado.

Para que serve o inventário de estoque?

Uma das principais funções do inventário de estoque é manter o sistema de abastecimento aquecido. Através dele você consegue identificar necessidades e sobras. A partir disso, então, você pode direcionar as próximas ações e decisões.

Durante a manutenção do inventário de estoque você consegue eliminar produtos com defeitos ou obsoletos. Além disso, com um bom controle das mercadorias facilita a localização dos produtos, o que reflete na efetividade do serviço logístico.

Com o levantamento correto de informações você também adquire mais conhecimento sobre o estoque. E, com o conhecimento sobre o estoque fica mais fácil prever a reposição de produtos e mercadorias. A partir disso, são possíveis os ajustes econômicos relativos ao armazenamento conforme a demanda.

Como fazer o inventário de estoque?

Quanto maior o estoque de produtos maior deve ser o controle exercido. Pois, é esse controle que garantirá a eficiência do estoque em produtividade e economia. Por isso, existem algumas atitudes práticas que você pode tomar para mantê-lo sempre em alta produtividade.

Conheça as normas que devem ser seguidas

Como todos os demais processos no mundo logístico, o inventário de estoque possui um conjunto de normas que devem ser observadas. Assim, caso não seja a sua praia, talvez seja uma boa ideia contratar uma equipe especializada em gestão de inventário de estoque. Assim você garante que tudo esteja dentro das normas esperadas.

Escolha o tipo de inventário de estoque ideal para você

O mundo logístico compreende uma variedade de possibilidades para o inventário de estoque. Cada uma delas pretende atender a um tipo de demanda específica. Entre as possibilidades, os mais comuns são o estoque rotativo e o estoque periódico.

Enquanto o estoque rotativo trata da contagem e classificação dos produtos de maneira diária, o estoque periódico considera um determinado período de exercício para a contagem. Assim, você é quem precisa considerar se o seu tipo de armazenamento necessário e, a partir disso, partir para o controle efetivo.

Crie equipes para cada processo do inventário

Você pode utilizar, dentre os próprios funcionários, a mãe de obra para a contagem do estoque. Para que seja realmente efetivo você só precisa separar equipes para cada etapa do processo, escolher bem uma boa liderança e dividir as tarefas.

Classifique as mercadorias

Durante a implantação do inventário de estoque você deve criar classificações que facilitem a localização e manuseio dos produtos depois. Essa é uma boa saída para que o cotidiano seja mais produtivo e eficiente. Para otimizar ainda mais essa classificação você pode utilizar códigos de barras que separem os produtos.

A depender do tipo de mercadoria e da rotatividade do estoque, o ideal é que você defina a melhor maneira de classificar. Você pode fazer isso por peso, por natureza do produto, por cor, por lotes de validade, e etc. Quanto mais organizado e controlado, mais prático de ser operado o inventário de estoque será.

Aproveite a tecnologia

O mercado está recheado de ferramentas tecnológicas que podem otimizar em muito o inventário de estoque. Eles servem para registrar, contabilizar e controlar a movimentação das mercadorias e até decisões sobre elas.

Com um bom software você pode manter sempre e dia a contagem dos produtos e a gestão da entrada e saída deles.

Você deseja saber mais sobre o assunto? Para isso basta entrar em contato com a gente!

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

Comments are closed.