Conheça 05 principais motivos de gasto de combustível elevado

gasto de combustível

Não é novidade que os combustíveis estejam cada vez mais caros. Embora a alta dos preços seja um fator que já faz parte do cotidiano dos brasileiros, algumas medidas podem ser tomadas para diminuir o gasto de combustível.  Como em tudo o mais em um veículo, todos os impactos de qualquer tipo de custo pode ser diminuído apenas com a adoção de atitudes pensadas por parte dos condutores. Da mesma forma, ações e atitudes podem elevar esse gasto.

Pensando nisso, abaixo estão reunidas as principais dicas de atitudes práticas que promovem a elevação do gasto de combustível.

Calibragem Errada

Embora pareça uma atitude simples, muitos condutores erram a mão na hora de fazer a calibragem dos pneus. Mas, por ser o único ponto de contato do veículo com o solo, é uma parte que precisa de bastante atenção. Na atualidade, o mercado já conta com uma categoria denominada pneus verdes, que contribuem para a economia de combustíveis.

Entretanto, embora os pneus verdes sejam uma opção, a calibragem ainda é o principal meio de conservar os pneus. E, apesar de ser um procedimento simples, deve ser feita de acordo com a recomendação correta do fabricante. Essa não é uma dica difícil de colocar em prática, entretanto, a pressa ou a falta de cuidado, fazem com que muitos calibrem fora do tempo e das recomendações ideais. Essa falta de atenção pode custar ao bolso do consumidor, já que pneus que não são calibrados corretamente exigem mais do rolamento e do motor, logo, do combustível também.

Excesso de Carga ou Peso Mal Distribuído

Cada veículo possui um limite de peso a ser carregado. Infelizmente essa especificação não é sempre atendida. De maneira geral, especialmente em viagens familiares, o comum é que se aproveite cada espaço do carro para a ocupação de um passageiro ou de uma mala.

Apesar de isso evidenciar uma capacidade brasileira de ocupar os espaços, não é uma atitude saudável para a preservação do carro e, muito menos com a economia. Afinal, quanto maior a carga, maior o esforço de movimentação. A consequência disso é o gasto de combustível que aumenta a medida que o peso também aumenta.

Falta de Manutenção no Filtro de Ar

Como se sabe, um veículo é um emaranhado de articulações mecânicas que funcionam de forma sincronizada. Quando uma das peças do quebra-cabeças sai do lugar, isso impede que o funcionamento do restante do veículo seja perfeito.

Assim também acontece com o filtro de ar, que pode influenciar no gasto de combustível de duas formas. A primeira delas acontece quando o filtro não é mais tão eficiente. Assim, as impurezas passam pelo filtro, invadem o espaço de combustão e exigem que o motor injete mais combustível.

A segunda forma é o entupimento do filtro. Às vezes, ao invés de permitir que as impurezas entrem, o filtro também impede a entrada de ar. Essa ocorrência também força as velas e o motor, e exige que mais combustível seja injetado.

Bobina de Ignição em Mau Funcionamento

Trabalhando em conjunto com os cabos de vela e com a vela, a bobina de ignição é quem produz a corrente elétrica que impulsiona a queima de combustíveis. Como essa parte do veículo também faz parte da sincronia esperada, o seu mau funcionamento traz prejuízos para as demais funções.

Entre esses prejuízos está o gasto de combustível elevado. Isso acontece porque, ao reduzir a corrente elétrica o veículo perde também a potência. Nessa situação o motor se vê obrigado a injetar mais combustível, o que contribui para o gasto elevado de combustível.

Má Condução do Veículo

Além das observações das questões mecânicas do veículo, o motorista também deve observar a sua forma de conduzi-lo. Durante a prática da direção, algumas atitudes podem fazer com que o gasto de combustível seja elevado. Por exemplo, a troca de marcha em rotações mais altas. Quando isso acontece o motor é forçado desnecessariamente, aumentando o consumo do combustível.

Além disso, muitos motoristas se comportam de forma equivocada ao acreditar que economizarão ao trafegar com o veículo em ponto morto. Entretanto, trata-se de uma falácia, já que a verdade é o contrário. A fim de economizar combustível, o ideal é que se trafegue sempre com o carro engrenado, ainda que o trajeto seja uma descida.

Como se pode ver, a alta na cobrança de combustível por parte dos postos e produtores é um triste fator de aumento do gasto de combustível. Mas, não é o único ponto a se considerar. Apesar de o controle de preço estar aquém da decisão dos condutores e gestores de frotas, as demais atitudes podem e devem ser consideradas. Naquilo que se refere a bons hábitos, cada condutor pode desenvolver suas ações partindo do princípio da economia. Com um pouco de conhecimento e muito mais de boa vontade é possível promover a economia do gasto de combustível.

 

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

Comments are closed.