Logística para e-commerce e sua importância na era digital

Logística para e-commerce e sua importância na era digital

De maneira geral, a logística é uma ação totalmente presente no processo de suprimento. Mas, nos últimos anos, especialmente por causa da pandemia, a movimentação da ação para o mundo virtual foi bastante perceptível em todos os mercados. A fim de acompanhar esse movimento, o sistema também precisou se mover. Embora já existisse antes em menor proporção, é assim que se explode o conceito de logística para e-commerce.

Apesar de o sistema logístico ter um conceito universal, no mundo virtual ele encontra algumas particularidades que merecem ser exploradas. Por isso, nós reunimos essas informações para você.

A fim de saber tudo sobre a logística para e-commerce, é só continuar com a gente até o final deste post!

O que é logística para e-commerce?

Com a invasão das lojas virtuais nos últimos anos, o sistema de logística para e-commerce se tornou extremamente necessário. Afinal, apesar da ausência das lojas físicas nesse processo, os produtos são físicos. Então, é preciso aplicar estratégias para que elas se movimentem do pedido até as mãos do destinatário.

Principais etapas

Assim como o sistema tradicional, o processo logístico para atender negócios do tipo e-commerce possui algumas etapas. Em conjunto, elas formam o que conhecemos por e-logística.

Recebimento

A cadeia logística desse tipo de negócio começa pelo recebimento e conferência dos materiais. Os produtos podem ser tanto os finais, como insumos e matérias-primas.

Nessa etapa, a maior importância está em conferir e documentar a entrada da mercadoria. Assim é possível controlar o estoque e funcionamento interno do ambiente de guarda.

Armazenagem

Após o recebimento, é hora de armazenar esses materiais. Também se trata de uma etapa extremamente importante, já que a adequação do espaço ao produto é essencial.

A ideia aqui é alocar essas mercadorias de maneira a preservar as suas condições originais. Desde a sua entrada na armazenagem até a chegada ao destino final, suas características devem ser as mesmas. Assim, essa etapa da logística para e-commerce precisa se atentar a cada detalhe da operação.

Movimentação e separação

Esse tipo de logística precisa contar com uma estrutura eficiente para a movimentação e separação dos produtos. A fim de facilitar isso, o ideal é classificar os produtos em grupos, conforme suas características. Ao utilizar essa estratégia desde o armazenamento, a movimentação se tornará muito mais fácil.

De maneira geral, essa movimentação é bastante explorada na separação da mercadoria. Depois de receber as informações sobre produtos e destinos, esse processo visa retirar, etiquetar e preparar a maneira ideal pela qual o produto irá até o destino.

Transporte

Em seguida, é hora de fazer com a mercadoria chegue até o seu destino. Aqui se tem a atuação mais clara da logística para e-commerce. Pois, é através desse movimento que o contato virtual do cliente se torna em algo palpável.

Esse é o momento em que se contata e se mune as transportadoras com as mercadorias. Também faz parte desse processo logístico a confecção de rotas inteligentes e análises de espaço otimizadas. Assim é possível fazer mais, de maneira mais rápida, enquanto se utiliza menos recursos.

Rastreamento dos pedidos e gerenciamento de entregas

Aqui se tem outro dos bons desdobramentos da tecnologia no ramo da logística para e-commerce. Pois, mesmo depois que produtos, insumos e mercadorias estão a caminho de seus destinatários, o sistema logístico ainda pode acompanhá-los. Aliás, não apenas a gestão logística mas, fornecedores e consumidores finais podem saber exatamente a localização e velocidade do seu pedido.

Por fim, esse tipo de logística especial também considera gerir as entregas. Essa é mais uma forma de gerir o fluxo de mercadorias. A ideia é garantir que cada objeto faça um trajeto seguro e garantido desde a origem até o seu destino final.

Logística para e-commerce

Foto: Reprodução/Canva

Importância da logística para e-commerce

Por não estar firmada sobre ambientes físicos, a logística para e-commerce exerce um grande papel na construção da confiança entre fornecedor e consumidor. Afinal, no momento da negociação, é esse sentimento que firma o fechamento dos negócios virtuais.

Assim, esse tipo de logística precisa firmar e cumprir o compromisso feito entre as demais partes. Dessa forma, se potencializa a experiência do consumidor e se estabelece a firmeza da palavra do fornecedor.

Quando bem estruturada, esse tipo de operação é a parte principal dos negócios virtuais. Mas, isso não está ligado somente ao prazo. Mais do que isso, ao optar pelas compras virtuais, um consumidor deseja também pagar menos. Por essa razão, o preço do frete faz toda a diferença.

A fim de funcionar, então, de maneira excelente, o funcionamento ideal desse tipo de estratégia compreende um sistema de transporte eficiente, precedido de sistemas de estocagem estratégicos e eficientes. Ao final de tudo, acesso ao produto será tão ágil quanto a compra, guardadas as devidas proporções.

Leia também: MEI Caminhoneiro: Saiba tudo sobre

Descubra também tudo o que você precisa saber sobre telemetria no site da Econômica!

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

One Response