O que são os modais logísticos de transporte

modais logisticos

O escoamento de cargas depende de formas variáveis para ser efetivado. Por isso, entender o que são os modais logísticos de transporte e quais as condições de utilização de cada um, é um passo grande para a correta tomada de decisões.

A depender do tipo de entregas adotado pelo operador logístico, as modalidades de transporte utilizadas podem variar. Algumas entregas são feitas utilizando o sistema unimodal, quando se utiliza um único meio de transporte. Outras podem utilizar o sistema intermodal, onde trechos diferente podem utilizar modais diferentes com contratos próprios para cada utilização. Por fim, as entregas que utilizam modais diferentes em trechos diferentes, porém, valendo-se de um único contrato, considera a utilização do transporte na categoria multimodal.

Portanto, é de fundamental importância conhecer os tipos de transportes que integram o sistema de modais logísticos. Entre eles, seguem os cinco principais:

Modal Rodoviário

Além de ser o mais conhecido entre os modais logísticos, é também o mais utilizado no escoamento da produção nacional. Este é o sistema modal mais flexível já que, por meio dele, é possível escoar incontáveis tipos de cargas. A propósito, é o mais recomendável para trajetos curtos e produtos perecíveis, já que é feito utilizando caminhões.

Entre as principais vantagens deste tipo de modal está a facilidade de acesso a qualquer local do país, afinal, entre os modais logísticos, é o que atrai melhores investimentos governamentais. Além disso, é a maneira de mais fácil contratação e de menor burocracia a ser cumprida. Por causa da acessibilidade, também há liberdade e flexibilidade na organização da rota.

Em contrapartida, o transporte rodoviário é o que demanda maior custo, haja vista a quantidade de terminais de pedágios e o preço alto dos combustíveis. A capacidade de carga também é mais limitada se for considerado o tamanho comum dos caminhões. Além disso, nesta modalidade, as chances de extravio das cargas são maiores, por causa dos constantes roubos e acidentes.

Modal Ferroviário

Apesar de estrar entre os modais logísticos mais econômicos, é também um dos mais limitados. Isso porque, por ser feito geralmente por trens de cargas, atinge destinos fixos, sem flexibilidade de rota. Também por ter um destino fixo, na maioria dos casos depende de uma maneira modal para finalizar o transporte. Além de demandar uma mão de obra maior por causa dos transbordos e contar com pouco investimento por parte do governo.

Entretanto, no sistema de transporte ferroviário é possível transportar uma carga maior de maneira mais segura. Sendo mais utilizado para traslados de produtos siderúrgicos, agrícolas, derivados de petróleo e de minério de ferro.

Modal Aéreo

Aqui, tem-se uma perfeita opção para as entregas que pretendem atingir uma distância maior em um tempo menor. O transporte com utilização de aviões é uma ótima maneira de atender às demandas nacionais e internacionais. Além disso, pode proporcionar uma maior segurança para a carga como um todo, e para cada produto, individualmente.

No quesito desvantagens, alguns aspectos também devem ser considerados. É o caso, por exemplo, da limitação das dimensões e pesos das cargas. Além do custo de operação mais elevado entre os modais logísticos. Como o meio ferroviário, o aéreo também pode necessitar de um outro modal para completar o trajeto, além de um terminal de acesso com características específicas para essa modalidade.

Modal Aquaviário

No modal aquaviário, despacha-se, normalmente em navios, cargas com menor valor agregado, embora esse tipo de transporte dê condições de transporte a quase todo tipo de carga, desde que devidamente armazenada. As principais vantagens compreendem a alta capacidade de armazenamento, o baixo risco de roubos e avarias, e baixo custo dos fretes.

Por outro lado, esse tipo de modal pede prazos maiores para entrega, maior burocracia, terminais especializados de descarga, seguros caros e falta de investimentos.

Modal Dutoviário

Sendo o mais indicado para o transporte de petróleo, gás natural, minério, água, carvão e resíduos sólidos, o sistema modal dutoviário ainda encontra enormes entraves. Afinal, sua viabilidade se dá por meio da implantação de dutos e tubos subterrâneos, submarinos e afins. Funciona por meio do controle de pressão inserida nos dutos.

A exemplo de desvantagens da utilização estão: o alto custo de implantação e de manutenção, alto impacto ambiental em casos de acidentes, o trajeto engessado com poucas possibilidades de flexibilidade e a necessidade de licença para atuação.

Mas, há vantagens também. Pois, através do transporte dutoviário é possível percorrer longas distâncias com baixos custos de operação. Ele também possibilita que o volume de carga transportada seja grande e constante. Além da segurança e confiabilidade desse tipo de transporte.

Por fim, após as devidas análises do tipo de ser carga a ser transportada é necessário que se pese as vantagens e desvantagens oferecidas por cada um dos modais logísticos. Devidamente analisadas todas as questões, o operador logístico estará pronto para escolher aquela que melhor lhe atenda.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert
Gostou? Então compartilhe!

5 Responses