Como evitar comportamento de risco dos motoristas

Comportamento de risco dos motoristas

Dentre as muitas tarefas de uma boa gestão de frotas, tentar evitar o comportamento de risco dos motoristas nas estradas está entre as mais importantes. Afinal, em apenas um minuto de descuido, um condutor pode colocar em risco muitas questões que dizem respeito ao processo logístico como um todo.

O fato de um Brasil ocupar o 5º lugar no ranking mundial de mortes no trânsito, certamente é um reflexo claro da maneira como os motoristas se comportam enquanto dirigem seus carros.

Quando se trata de empresas logísticas, especialmente, esse é um dado que requer muita atenção. Assim, a melhor forma de evitar desastres, perdas de vidas e de recursos, o ideal é adotar como tarefa da gestão, o compromisso de monitorar o que acontece mesmo fora das paredes da empresa.

Para ajudar no processo, separamos aqui as principais dicas de ações que podem ser tomadas por gestores e por motoristas, que podem mudar o rumo do trânsito.

Principais comportamentos de risco dos motoristas

É comum que, em algum momento se identifique sinais de comportamento de risco dos motoristas. Entretanto, é preciso que se faça uma análise sobre a origem do comportamento a fim de que se encontre também uma solução segura sobre o assunto.

Entre os principais sinais que apontam a presença de um comportamento de risco dos motoristas, alguns deles estão expostos aqui. São questões como acelerações bruscas, excesso de velocidade, realização de curvas acentuadas, desobediência a sinalizações e frenagens bruscas, dentre outros.

comportamento de risco dos motoristas
Reprodução Canva

Melhores maneiras de evitar o comportamento de risco dos motoristas

A fim de evitar o comportamento de risco dos motoristas nas estradas, algumas ações podem ser propostas ou realizadas pela própria gestão de frotas. São decisões práticas e muito importantes que pode mudar a realidade das estradas. Além disso, elas dão uma maior garantia de que a carga chegará ao destino sem riscos ou maiores intercorrências.

Orientações e treinamentos

O primeiro passo para promover a segurança é garantir que os motoristas estejam conscientes de suas responsabilidades. Isso pode ser feito através de orientações, treinamentos e reciclagens a fim de manter o assunto sempre fresco.

A fim de otimizar os resultados, o ideal é promover ações direcionadas. Ou seja, cada motorista receberia uma abordagem com base nos sinais que emite quanto ao comportamento de risco. Para facilitar o processo, talvez seja interessante coletar as informações e reuni-las em grupos classificados. Assim, é possível pensar em opções personalizadas e ofertá-las considerando os motoristas em grupos com as mesmas características.

Telemetria e Monitoramento

Enquanto os motoristas recebem a devida atenção, a gestão de frotas também deve adotar suas ferramentas a fim de melhorar os resultados e evitar o comportamento de risco dos motoristas. É o caso, por exemplo, de explorar bons sistemas de telemetria e monitoramento que reúnem os indicadores que precisam ser trabalhados.

Esse tipo de ferramenta é capaz de mostrar em tempo real o que acontece com cada veículo da frota nas estradas. Da mesma, as informações considera o comportamento de cada motorista através dos dados coletados pelo sistema.

Ao identificar questões como acionamento do veículo, paradas, movimentos de portas, excessos de velocidade, furos de bloqueios, frenagens bruscas, acelerações anormais e muitos outros detalhes, o sistema também dá indícios da participação do condutor nesses acontecimentos.

comportamento de risco os motoristas
Reprodução Canva

Econômica Telemetria e a Gestão dos Motoristas

A Econômica Telemetria é essa solução para a percepção de cada comportamento de risco dos motoristas. Mais do que isso, trata-se de um conjunto de soluções que evitam acontecimentos desagradáveis nas estradas.

A partir de um sistema totalmente estruturado, é possível conhecer cada detalhe da rota, além de levantar cada dado da jornada do motorista até o seu destino final.

Através do sistema Econômica de gestão, você saberá tudo o que cada motorista faz e quando ele faz. Inclusive, a utilização de um teclado controla horários e evita o uso indevido dos elementos da frota. Além disso, o sistema também emite relatórios totalmente úteis necessários na tomada de decisões.

Com base nas informações coletadas a gestão pode direcionar suas ações e decisões. Ao fim de tudo, além de evitar maus comportamentos, a Econômica também ajuda o seu negócio a estar sempre adequado à Lei dos Motoristas. Essa é uma maneira excelente e segura de estar adequado à Lei dos Motoristas, de promover a economia de recursos e de reduzir acidentes e desastres que possam acontecer por causa de cansaços e distrações dos motoristas.

Agora que você sabe como identificar as questões e como resolvê-las, está nas suas mãos a promoção da melhoria do trânsito. Afinal, não há mais desculpas para o adiamento de decisões.

Leia também: Saiba como uma torre de controle logístico pode ajudar sua empresa

1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder
Gostou? Então compartilhe!

One Response