O Impacto do arraste lateral para os pneus da sua frota

O Impacto do arraste lateral para os pneus da sua frota

Especialmente quando se trata de frota, a gestão de pneus é algo bastante importante. Pois, além de do impacto financeiro que o arraste lateral, há muitos outros impactos que podem se refletir na gestão de frotas.

Então, é interessante pensar que esse não é apenas um acontecimento comum. Mas, algo que impacta na produção da logística e que precisa ser cuidado devidamente.

Por isso, aqui estão as principais informações sobre o assunto para que você não perca nenhum detalhe.

O que é o arraste lateral?

De maneira geral, os pneus já sofrem uma pressão maior da carga. Afinal, são eles que são submetidos a maiores esforços, alternando o sustento da carga, com a dirigibilidade do caminhão. Então, o tempo e o uso natural já tendem a causar impactos que os estraguem ao longo dos trajetos.

Mas, manobras ao longo do caminho também podem acelerar esse processo. Aquelas feitas de maneira mais fechadas em pátios estreitos, por exemplo, podem acelerar o acontecimento. Da mesma forma, o carregamento com peso maior do que o que se recomenda e a negligência de práticas necessárias, como balanceamento e alinhamento, podem gerar o arraste lateral.

O arraste lateral, então, é uma espécie conjunto de sinais de escorregamento na lateral. Mas, além do aspecto estético, isso também pode significar que foram danificados componentes como barras ou blocos da banda de rodagem.

Principais impactos do arraste lateral

Conforme nós já adiantamos, esse é o tipo de problema que traz alguns impactos para a frota. Pois, as condições dos pneus interferem diretamente no desempenho do processo, além dos ganhos e perdas.

Impacto financeiro

Um dos impactos mais claros nessas situações é o prejuízo financeiro. Afinal, você já deve saber que o cuidado preventivo com manutenções, balanceamento e alinhamentos promovem a economia, uma vez que identifica os problemas antes que eles se efetivem. Na mesma lógica, essa negligência faz o efeito reverso.

Enquanto se ignora um pneu com arraste lateral outros prejuízos podem ser atraídos. Pois, por causa do esforço excessivo, esse problema pode se estender para outros pneus. Além disso, esse esforço a mais, exige a ingestão de mais combustível.

De maneira geral, esse tipo de questão é considerada como mau uso. Então, mesmo em situações de garantias vigentes, o prejuízo não seria coberto.

Além disso, as más condições são passíveis de multa nas estradas. Dessa forma, esse seria mais um ponto de um possível prejuízo para a gestão de frotas. Isso sem mencionar o fato de que, caso seja decorrente de excesso de peso, há aqui mais um ponto que pode gerar multas. Então, como você pode ver, há riscos de prejuízos financeiros de todas as formas.

Reprodução Canva
Reprodução Canva

Paralisação do serviço

Outro impacto expressivo do problema tem a ver com a interrupção das atividades logística. Quando se percebe tardiamente e sem preparações prévias, o veículo em questão pode ter de ficar um tempo fora de serviço.

O grande problema é que, até que se providencie uma outra solução para o problema, o cronograma já poderá ter sofrido perdas significativas. Isso vai desde a validade das mercadorias, até o saque possível da carga em paradas súbitas e perigosas e, por fim, o descumprimento de prazos. Tudo isso soma um grande prejuízo em toda a relação entre as duas pontas da cadeia de suprimentos.

Redução da vida útil dos pneus

Por óbvio, o arraste lateral dos pneus também diminuem significativamente a sua vida útil. As leis brasileiras estabelecem limites de utilização desses componentes do caminhão. Pois, a partir de uma certa utilização eles podem deixar de ser ferramentas e se tornam em armas no trânsito.

Então, é importante estar atento às condições de cada pneu de cada veículo da frota. Para isso, a gestão pode adotar estratégias como a utilização de softwares, a fiscalização, o treinamento dos motoristas e todas as ferramentas que estiverem ao seu alcance. A ideia é evitar que haja o arraste lateral por mau uso e que, se houver, que seja identificado a tempo de tomar as decisões ideais sobre o assunto.

Reprodução Canva
Reprodução Canva

Segurança

Por fim, o último item também é o mais importante. Afinal, embora pneus possam ser trocados e prejuízos financeiros possam ser recuperados, a depender do nível em que se compromete a segurança, não há meios para voltar atrás.

Pneus com arraste lateral podem ser os responsáveis pelo acontecimento de acidentes nas estradas. Durante esses acontecimentos pode ser perder mercadorias, veículos ( e aqui voltamos ao impacto financeiro). Mas, pode se colocar em risco também a vida das pessoas envolvidas no incidente.

Com tudo isso em mente, não te parece uma boa ideia evitar esses acontecimentos? Apenas com uma gestão estratégica e detalhista é possível conseguir bons resultados. E, o conhecimento prévio sobre o assunto já adianta metade do processo.

Leia também: Confira as novas regras para pesagem de caminhões e ônibus

Descubra também tudo o que você precisa saber sobre telemetria no site da Econômica!

1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
FormCraft - WordPress form builder
Gostou? Então compartilhe!

One Response