Confira as principais causas de acidentes em frotas

acidentes em frotas

O trânsito brasileiro é um assunto que demanda bastante observação. Isso porque, embora a esmagadora maioria do escoamento da produção do país seja através da malha viária, nós não temos bons exemplos dela em muitas regiões. Considerando ainda o modal rodoviário como importantíssimo propulsor da economia do país, há que se considerar que não são raros os acontecimentos de acidentes em frotas.

O crescimento desse índice se deve a vários fatores combinados. Enquanto um não se resolve, seu impacto se coloca sobre outros fatores, intensificando a possibilidade da ocorrência de incidentes no tráfego. Assim, é importante observar as razões pelas quais os acidentes acontecem para, então, conseguir que os personagens do trânsito ajam no sentido de evitá-las.

Descubra com a gente quais sãos as principais causas de acidentes em frotas!

Condições da Malha Rodoviária

Uma das maiores malhas rodoviárias do mundo é também bem colocada no ranking do descuidado com as estradas. Quase tudo da produção interna do Brasil é escoado por caminhões de carga. Essas frotas percorrem todas as regiões a fim de manter supridas todas as localidades.

Apesar da importância, um dos primeiros entraves que as frotas encontram tem a ver com as condições das estradas. Além da baixa porcentagem de estradas pavimentadas, muitas delas se encontram em condições ruins de tráfego; seja por vias desgastadas, mal sinalizadas ou mal planejadas. O grande problema é que essas más condições são grandes responsáveis por parte dos acidentes de frotas. Em muitos casos, as próprias estradas são as vilãs da rota, colocando os motoristas, a frota e a carga em situações difíceis.

Falta de Manutenção da Frota

Embora a questão estrutural tenha grande influência na ocorrência de acidentes em frotas, a atenção à manutenção dos veículos também é um fator relevante. Pois, nem todos os sistema de gestão de frotas conseguem se organizar para manter em dia questões como manutenções preventivas do veículo.

O grande problema desse descuido é que um simples problema mecânico pode se transformar em uma grande tragédia. Afinal, o funcionamento de veículo traduz a harmonia entre o conjunto mecânico. Assim, uma falha pontual determina o funcionamento de outros itens dessa composição. Por causa da falta da manutenção correta, um elemento que não esteja em pleno funcionamento induz o funcionamento de outro elemento e o resultado pode ser desastroso no trânsito.

Excesso de Velocidade

Muitos dos acontecimentos em acidentes de trânsito em frotas estão ligados ao excesso de velocidade. Nesse caso, esse tipo de acidente costuma acontecer nas partes das malha rodoviária que transmitem ao motorista uma falha sensação de segurança.

Quando se trata de uma estrada bem cuidada, por exemplo, ou sem grandes obstáculos aparentes, os condutores tendem a relaxar no controle e aproveitar a fluência para ganhar tempo. Entretanto, essa atitude pode trazer riscos para o caminhão, para o motorista e para a carga. Por causa desse excesso de confiança, alguns acidentes podem ser causados.

Desatenção e Fadiga

Apesar da Lei dos Motoristas, implementada exatamente com a intenção de evitar que os condutores se excedam na produção, a ânsia dos condutores ainda é um dos grandes causadores de acidentes em frotas. Depois de passarem muito tempo nas estradas, os condutores naturalmente podem sofrer de fadiga e diminuição da atenção. Esse é um fato lógico, considerando a estrutura corporal humana e seus limites. Entretanto, muitas vezes, é uma questão ignorada.

Condutores que não cumprem rigorosamente a estratégia de descanso entre os trajetos estão forçando seu corpo a uma produção além da natural. O cérebro, por sua vez, responde com fadiga diminuindo as habilidades de atenção e raciocínio. E, dessa forma, a situação possibilita a ocorrência de acidentes em frotas.

Consumo de Álcool e Drogas

O consumo e abuso de substâncias proibidas durante o trajeto também pode ser um grande causador de acidentes em frotas. A propósito, não apenas em frotas, esses são fatores de risco no desenvolvimento do trânsito em geral.

Entretanto, quando o assunto é logística, o caso ganha ainda mais importância. Além do consumo de bebidas alcoólicas, uma parte significativa dos condutores fica tentada a correr para drogas que prometem potencializar a produtividade e expulsar o cansaço do corpo. Entretanto, além de serem atitudes proibidas, são bastante perigosas. Pois os efeitos colaterais podem, e agem, contrariamente às intenções. E, isso faz com que todos os personagens do trânsito sejam colocados em perigo.

Essas são apenas uma das possibilidades que podem causar acidentes em frotas. Com esses exemplos, o contrário é muito válido. Ao identificar em sua frota atitudes como as citadas acima, o ideal é corrigi-las imediatamente. Da mesma maneira que ações negativas podem causar acidentes em frotas, agir positivamente pode evitar que tragédias aconteçam e promover a segurança. Assim, nunca é demais lembrar que: prevenir é sempre melhor do que remediar.

Para saber mais sobre isso, entre em contato com a gente!

[]
1 Step 1
Assine nossa newsletter e aprenda a tornar sua frota mais eficiente, sustentável e automatizada!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Gostou? Então compartilhe!

2 Responses